Em busca de soluções para a Lei da Aprendizagem


       Representantes do Comitê de Aprendizagem formado pelo Centro Empresarial, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Prefeitura Municipal estiveram reunidos com membros do SENAI E Senac, na última segunda-feira, na sede da Entidade, com o intuito de buscar alternativas para que o empresariado florense se adeque à Lei da Aprendizagem.  

      Conforme a coordenadora estadual de Aprendizagem do Ministério do Trabalho, Denise Brambilla González, as empresas estão desempenhando apenas 13% da meta prevista em lei. Atualmente o projeto ‘Menor Aprendiz’, mantido pela escola do Senai de Antônio Prado, em parceria com o Centro Empresarial e com a Prefeitura de Flores da Cunha, atende 39 jovens, porém, novas parcerias devem ser fixadas para facilitar a formação profissional dos aprendizes.

      Na reunião, que durou mais de duas horas, SENAI e Senac apresentaram uma série de cursos que poderão ser realizados em Caxias do Sul e Flores da Cunha. A presidente do Centro Empresarial, Eroni Mazzocchi Koppe, levantou a hipótese de instalar uma unidade do Senai em Flores da Cunha, ideal já existente há muitos anos, que poderá atender de forma mais eficiente os menores aprendizes da cidade. Em breve, os empresários serão convidados para uma reunião onde será discutida a Lei da Aprendizagem.

 




FILIADO A: