Vanderlei Dondé: Presidente eleito para gestão 2012/2013


A entrevista dessa semana contempla o empresário Vanderlei Dondé, que assume a presidência do Centro Empresarial em março. Casado, 43 anos, pai de duas filhas, Dondé é diretor comercial da Caderode Móveis para Escritório. Foi diretor da Câmara Setorial de Móveis do Centro Empresarial de 2004 a 2009, presidente das Feiras de Inverno e Verão em 2006 e 2007, diretor da Associação das Indústrias de Móveis do Rio Grande do Sul (MOVERGS) de 2005 a 2007, vice-presidente de Indústria do Centro Empresarial na gestão de 2010/2011 e é companheiro Lions Clube de Flores da Cunha. O empresário pretende, em sua gestão, fortalecer as Câmaras Setoriais e incentivar a participação dos associados nas ações da entidade. CENTRO EMPRESARIAL: O senhor assume a presidência da entidade em março, como pretende conduzir sua equipe? VANDERLEI DONDÉ: Minha forma de conduzir a equipe será distribuindo bem as tarefas pertinentes a cada área e elencar prioridades e prazos para execução durante as reuniões semanais realizadas com a diretoria. O Centro Empresarial já profissionalizou muito seus serviços e, hoje, com o planejamento estratégico formatado temos caminhos bem definidos e com a organização da diretoria, suas câmaras setoriais e comitês, as atividades se desenvolvem naturalmente. CE: O senhor disse em entrevista que o principal desafio será alavancar e fortalecer as Câmaras Setoriais. De que forma será esse trabalho? VD: Nosso papel dentro na entidade é representar seus associados, principalmente através das Câmaras Setoriais que estabelecem suas demandas. A partir daí, vamos desenvolver projetos e mobilizar os associados para que participem das atividades. As Câmaras Setoriais terão ainda mais ações para alcançar a representatividade, mas isso só será possível com a participação de todos. Criamos em 2011 a Câmara Setorial de Serviços, em 2012, também teremos a de Agroindústria. CE: O que é preciso para um bom profissional alcançar o reconhecimento? VD: A concorrência, a tecnologia e a informação trouxeram um novo modelo de profissional, mas acredito muito que algumas coisas sempre farão a diferença, e entre elas está o comprometimento que deve andar junto com o conhecimento e aperfeiçoamento em todos os sentidos. Sempre vence ou é reconhecido aquele que estiver comprometido com o resultado a ser alcançado. CE: O que o líder pode fazer para ter uma equipe diferenciada em gestão e entrega de resultados? VD: Acredito que a função do líder tem muito a ver com a forma como as pessoas vêm os objetivos traçados, mas tudo passa por um bom planejamento esgotando ao máximo as estratégias e depois cobrando a execução dentro do proposto, com isso acredito que os resultados virão de forma positiva. CE: Qual é a qualidade que melhor serve ao propósito de ser um gestor de sucesso? VD: O ser humano sempre precisa aprimorar-se em todos os sentidos, com os gestores não é diferente, cabe a ele posicionar-se e aprofundar-se sobre o que deseja realizar, a partir daí vem o trabalho de equipe. O segredo do sucesso reside na união de forças. CE: Como os jovens recém-formados podem buscar aprimoramento para enfrentar o mundo corporativo? VD: Normalmente os jovens buscam através do ensino a realização de um ideal profissional, que pode ser uma sequência natural dos negócios desenvolvidas pela família ou uma nova atividade, que muitas vezes é desconhecida, portanto, é necessário que os formandos tenham ciência da atividade escolhida e que após tenham paciência em desenvolver-se na mesma, pois a universidade é teórica e a vida prática. Por isso a necessidade de aprimorar-se, para que possa ser bem aceito no mundo atual. CE: O senhor costuma fazer metas para iniciar um ano novo? Qual a sua expectativa para 2012? VD: No final de ano sempre faço uma reflexão do que foi feito. Penso que precisamos estar bem e desejar o bem a todas as pessoas que fazem parte do nosso dia a dia, para daí sim fazer uma projeção pessoal e profissional. Acredito que em 2012 teremos uma sequência de 2011, salvo algum fator isolado, portanto, será um ano de crescimento econômico, principalmente para o Brasil. Atividades referentes à realização da copa do mundo de 2014 terão mais ênfase e trânsito livre nos debates. Esperamos que o governo acelere os projetos de infraestrutura, tão importantes para o desenvolvimento de nossa atividade socioeconômica. Frase preferida: Felicidade é a certeza de que a nossa vida não está se passando inutilmente. Melhor destino nas férias: O Brasil tem muitos lugares fantásticos, descobri-lo é maravilhoso. Um temor: Insegurança Filme: filmes de humor



FILIADO A: