Entidades exigem do DAER melhorias imediatas para estradas da serra


As lideranças empresariais da serra gaúcha que estiveram reunidas com o diretor geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER), José Francisco Thormann e com o secretário executivo do Conselho Estadual do Desenvolvimento Econômico e Social, Marcelo Danéris na quarta-feira (5) não  saíram satisfeitas da reunião feita na ACI de Carlos Barbosa. “Nossa expectativa era de que seriam anunciados datas e projetos já definidos”, disse o presidente da Associação das Entidades Representativas da Classe Empresarial da Serra Gaúcha (CICS Serra), Ademar Petry.   O presidente do Centro Empresarial, Vanderlei Dondé e os presidentes das outras 10 entidades que compõe a CICS Serra solicitaram medidas urgentes para as rodovias da região. Os principais problemas são os buracos que evoluíram para  crateras e a falta de sinalização. As rodovias mais problemáticas são a RSC 122 (Farroupilha), ERS 324, ERS 431 (Nova Bassano) e a RSC 470 no trajeto entre Veranópolis e Carlos Barbosa. A RSC 453 (Rota do Sol) foi citada no trajeto que compreende o Trevo da Tela Sul no cruzamento com a RSC 470 em Garibaldi.     O diretor do Daer disse que uma empresa já foi contratada e deverá finalizar o projeto até o final de setembro. “Até o final do primeiro semestre de 2013 a RSC 470 estará com seus pontos de duplicação concluídos”, prometeu Thormann. O secretário executivo do Conselho Estadual do Desenvolvimento Econômico e Social, Marcelo Danéris, disse que as manutenções iriam continuar ainda nesta semana. “O trabalho foi interrompido devido a um problema do fornecimento de um componente pela Petrobras para fazer o asfalto. Mas ainda nesta semana será normalizado”, disse o secretário que assumiu o compromisso de prestar contas sobre as obras em um prazo de 20 dias para as entidades da região.



FILIADO A: